segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Sarah McBride é a primeira pessoa transgênera a fazer um discurso em uma convenção nacional partidária nos Estados Unidos.



Sarah McBride, mulher transgênera, protagonizou momento histórico na convenção democrata
Na última quinta-feira (28-07), Sarah McBride se tornou a primeira pessoa transgênera a fazer um discurso em uma convenção nacional partidária nos Estados Unidos.
"Meu nome é Sarah McBride, e sou uma orgulhosa americana transgênera", disse a ativista, provocando grande ovação no Wells Fargo Center, da Filadélfia, onde Hillary aceitou formalmente a candidatura à Presidência pelo Partido Democrata.
Instando os presentes a votarem em Hillary, McBride disse que ela "entende a urgência da luta transgênera" e, por essa razão, na Casa Branca lutará a favor de leis voltadas para os direitos civis das população transgênera.
A situação das pessoas transgêneras é assunto de discussão nacional nos EUA, onde governos conservadores de alguns estados têm promulgado leis de exclusão das pessoas transgêneras do uso de banheiros públicos. Em meio a essa discussão nacional, o Pentágono anunciou a anulação das normas que vetavam o acesso de pessoas transgêneras às Forças Armadas americanas. "Ainda resta muito a fazer. Nos Estados Unidos, as pessoas LGBT ainda são objeto de um ódio que sobrevive em muitos corações e em muitas leis", disse McBride.
Há uma semana, Caitlyn Jenner, uma das mais famosas pessoas transgêneras dos Estados Unidos, expressou seu apoio formal ao candidato republicano à presidência, Donald Trump. O anúncio foi feito em um ato paralelo à Convenção Nacional do partido.
Fonte: Zero Hora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário