terça-feira, 13 de setembro de 2016

Quanto você vale?

Você, que dá tanto valor ao que os outros pensam e dizem de você, faça o teste. Anuncie, em algum veículo de divulgação, que a "sua vida" está à venda, pelo preço que você acha que ela vale, e veja quantos compradores aparecem. Talvez assim você finalmente se convença de que a sua vida só tem valor para você mesma. E que, se você não usá-la, da melhor maneira possível, vai perdê-la, sem remédio, pois além de pessoal e intransferível, vida é um produto altamente perecível.

Viver sua vida em função do que os outros pensam ou deixam de pensar de você é como tentar dirigir o seu carro com o volante do carro ao lado.

Viva do seu jeito e dane-se o resto. Como vão falar de você de qualquer maneira, não importa os motivos, então pelo menos que sejam pelos seus motivos, e não pelos deles.

Eu prefiro manter uma boa relação de amizade comigo mesma, e ficar sozinha, do que manter uma boa relação com os outros, e ficar sozinha, do mesmo jeito. Sozinha por sozinha, é melhor eu ficar numa boa comigo mesma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário