terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Família é o lugar para onde a gente tem vontade de voltar sempre



Família é para a gente crescer e ser feliz, não para estagnar e sofrer.

É para a gente amar e ser amado, não para viver carente de afeto.

É onde nos reunimos por laços de ternura, não por jogos de interesse.

É intimidade e informalidade, não convivência por conveniência.

Família é compreensão e apoio, não preconceito e intolerância.

Família é acolhimento e proteção, não julgamento e rejeição.

Família é espaço de esperança e fé, não de angústia e de desespero.

Família é prática de liberdade e respeito pelo que cada pessoa é,
não constrangimento e repressão da nossa individualidade.

É na família que a gente treina e exercita, em primeiro lugar,
nossos direitos e deveres de cidadãos.

Família é espaço de plantio e construção, não de poda e demolição.

É o lugar de preservação e estímulo às nossas vocações naturais,
não de enquadramento forçado a velhas e surradas expectativas sociais.

Família é apoio e suporte, não oposição, bloqueio e corte
dos sonhos e desejos das pessoas.

Família não é nivelamento de todos por um único padrão de conduta,
mas aceitação, por todos, do padrão de cada um.

Família é o lugar da gente existir por inteiro,
sem máscaras, sem jogos, sem truques.

Família é doação espontânea,
não renúncia premeditada visando futuras cobranças.

Família só se justifica e se sustenta pelo amor incondicional,
não pelo medo, pela força ou por pregações morais.

Família é o lugar para onde a gente tem vontade de voltar sempre,
antes de todos os outros
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário