terça-feira, 23 de agosto de 2016

Depois do Direito, agora é a Medicina que começa a se abrir para os Estudos Transgêneros

(clique para ampliar)
Alegria imensa em poder presenciar a mudança que começa a acontecer na ultra-conservadora medicina do país. É a primeira vez que vejo o espaço tão fechado da formação médica se abrir para entender as demandas da população transgênera. Fiquei encantada com a participação espontânea e intensa dos alunos presentes ao evento, demonstrando um interesse enorme em conhecer o campo dos Estudos Transgêneros. Iniciativa bem sucedida do Rodrigo e do Lucas, cujas lideranças estão abrindo novas perspectivas para os sisudos horizontes da prática médica. Mesmo naquele frio todo de Curitiba, o evento só acabou porque o Segurança precisava fechar o anfiteatro. Ontem à noite, participando em roda de conversa sobre "Saúde da População Transgênera", promovida por alunos do curso de medicina da Universidade Positivo.

Um comentário: